The Bang Bang Club: ladrões de melodia ou mutação pop inocente?


O que achar de um novo projeto que em questão de poucos minutos já revela óbvias inspirações em Empire of the Sun, MGMT e LCD Soundsystem?

Pouco ainda se sabe sobre o duo londrino de synth/electropop The Bang Bang Club. Após a prematura dissolução da banda Protocol, os integrantes John (vocalista) e David (sintetizador) resolveram formar a dupla que compõe o braço musical do House of Blue Eyes. Este coletivo também integra designers, fotógrafros, performers e foi criado pelo estilista Johnny Blue Eyes, que já desenhou modelitos para Lovefoxxx, Gossip e Scissor Sisters.

Ainda sem contrato com nenhum selo, a dupla está se preparando para lançar single de estreia “Chemistry” em 03/05 no Reino Unido. Em descrição concedida ao blog Electroqueer, John e David afirmam que as influências no single são de Fleetwood Mac e David Byrne, sendo este último inclusive citado na letra. Fato é que de tão semelhante à “We are the People”, do Empire of the Sun, a canção na verdade parece um remix para o single dos australianos. Ouça abaixo:

“Chemistry”

De quebra, eles liberaram recentemente um trecho delicioso de “Plants and Animals”, que por sua vez lembra o pop psicodélico de “Time to Pretend” e de “Kids”, ambas do MGMT. Até mesmo alguns versos são semelhantes desta última.

“Plants and Animals”

“Plants And Animals” (Snippet) by The Bang Bang Club by electroqueer

Para completar a enxurrada de inspirações suspeitas, “This Must Be Love”, que pode ser escutada aqui, tem uma linha de teclado surrupiada da sublime “Someone Great”, do LCD Soundsystem.

Chupinhação? Influências honestas, porém deveras cristalinas? Seja lá o que for, o The Bang Bang Club não desgruda da minha cabeça há dias e entrega um dos elementos que mais deve ser valorizado na música pop: boa melodia.

Bônus: “Chemistry (Seamus Haji Radio Edit)”



This entry was posted in Artes, Moda, Mp3, Música and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook