Kaiser Chiefs @ Planeta Terra


Photobucket

Se tem uma banda que mostrou a que veio no Planeta Terra essa certamente é o Kaiser Chiefs. Os ingleses fizeram jus à responsa de ser o grande show de encerramento do festival, ao contrário do Kasabian no ano passado, que injustamente tocou no Main Stage enquanto o Rapture se apresentou no Indie Stage.

Foi pinçando as melhores faixas de seus dois primeiros álbuns, “Employment” (2004) e “Yours Truly, Angry Mob” (2007), que o quinteto de Leeds foi construindo um setlist empolgante e cheio de altos, embora “Caroline, Yes” tenha sido dispensável. O KC também poupou tempo para apresentar três faixas do recém-lançado “Off With Their Heads”.

Iniciando a apresentação com “Everything is Average Nowadays”, a banda conquistou o público logo de cara, quando o vocalista Ricky Wilson foi à grade cantar para a galera. E esta foi apenas uma das muitas vezes que ele desceu do palco e deu trabalho aos seguranças. Wilson é um dos grandes trunfos dos Chiefs ao vivo. O cara pula, pede com entusiasmo fora do comum para que o público levante as mãos e pendura até o microfone na grua da câmera! Sem contar as palavras em português escritas num papel que ele falava. “Ill i a hírôi” foi o que ele disse ao tecladista Peanut que, contrariando tudo e todos, tocou mesmo tendo operado o apêndice no dia anterior. Talvez Ricky Wilson seja o líder mais carismático e performático de banda hype inglesa.

Photobucket
“Ill i a hírôi”

Photobucket

Não demorou muito também para os ingleses tocarem o hitaço “Everyday I Love You Less and Less”, a 2ª do show. Com o público já nas mãos, era só administrar o restante da apresentação para entregar um show coeso que não fez a galera esfriar em momento algum.

E o britpop pra lá de enérgico continuou com “Heat Dies Down”, uma das melhores do decepcionante 2º álbum, e “You Want History”. Eis que surge prematuramente outro single, “Ruby”. Pode estar longe de figurar entre as melhores músicas deles, mas peraê: já teve um hitão no começo e agora outro single? “Tenho certeza que eles vão perder o fôlego no final”, pensei eu. Enganei-me. Foi durante o show que me dei conta que, embora tenham queimado o filme lançando o “Angry Mob”, a banda coleciona diversas boas músicas que os sustentavam no palco.

Depois da seqüência contagiante das cinco primeiras faixas, o clima festeiro só deu uma acalmada com a belíssima “Modern Way”, uma das minhas prediletas ever. Para pedir “Na Na Na Na Naa”, o público perto da grade levantou cartazes. Cada cartaz tinha um “Na”. Rá! A mobilização dos fãs para estes cartazes sugiu no orkut. Surtiu efeito, apesar de que já era de se esperar esta música no repertório. Sem dúvida, o ápice do show foi a dobradinha desta com “I Predict a Riot”.

Quando eu já achava que não faltava mais single nenhum para eles tocarem após o ótimo b-side “Take My Temperature”, o KC fechou a apresentação em grande estilo com “Oh My God”.

No fim das contas, o limite de horário que os festivais impõem aos artistas acabou favorecendo o Kaiser Chiefs, que extraiu o supra-sumo da discografia em quase sua totalidade e nos mostrou como se deve fechar um festival.

Setlist:

Everything is Average Nowadays
Everyday I Love You Less and Less
Heat Dies Down
You Want History
Ruby
Modern Way
Never Miss a Beat
Caroline, Yes
Na Na Na Na Naa
I Predict a Riot
Half the Truth
Angry Mob
Take My Temperature
Oh My God

Fotos: toadpunk

Vídeo: Flávia Durante

Photobucket



This entry was posted in Música, Parcerias. Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook

  • http://flaviadurante.blogspot.com flávia d.

    eu curti o show mas achei ele meio animadinho da estrela, meio forçado, haha. KYLIE é mais autêntica, ehuehauheauehahehhahaaaaaaaaaaaa

  • http://blogisalosinggame.wordpress.com Karine

    ahh queria tanto ter ido :(
    pena que eles não fizeram show aqui no Rio!
    Os videos ao vivo deles são muito animados mesmo !

  • http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=13801300376841709339 RogérioBrandão

    frá, nem dá pra comparar kaiser chiefs com a kylie, né. é outro padrão! hehe

    quero ver se a madonna vai ficar emocionada que nem ela ou se vai fazer o show no piloto automático. =P

  • http://hectorlima.com HectorLima

    achei a animação do rick autêntica – dentro do que o britpop pode ser autêntico. vai ver tudo no palco main parece grandiloqüente demais.

  • http://hypeout.wordpress.com Campestre

    Os caras arrebentaram ao vivo no Planeta Terra, mas nem se despediram (falta de bom senso)… nem tocaram a Born to be a Dancer e a Saturday Night…

    Foi muito bom, mas poderia ter sido melhor