lançamento: ‘O Catador de Batatas e o Filho da Costureira’ quinta na HQMix



clica p\ aumentar

nesta quinta-feira, dia 11 de setembro, vou na livraria HQ Mix [Praça Roosevelt, 142 - São Paulo-SP; fone 11-3259-1528] ver meu broder Ricardo Giassetti [alerta de hype 1] e o Bruno D’Angelo [q não conheço pessoalmente, mas é irmão do camarada Kako - alerta de hype 2], que tão lançando um mangá pela JBC, a propósito do Centenário da Imigração Japonesa. mas não aviso qualquer coisa de amigo aqui não, o negócio parece muito bom mesmo:

metade da história é em português com legenda em japonês mostrando a trajetória do personagem brasileiro e a outra metade inverte as duas línguas p\ contar a vinda do personagem nipônico. achei uma idéia classe A [bate na parede por não ter tido ela antes] e o traço do Bruno foge do chavão que se conhece por mangá tradicional. a dupla já fez junta uma hq pra coletânea de faroeste BANG BANG ['Gunned Down' - da Devir].

aqui tem uma matéria em vídeo do TerraTV com o Bruno mostrando originais das páginas e falando mais sobre o mangá. e o release oficial na continuação:

O Catador de Batatas e o Filho da Costureira

Uma história em quadrinhos brasileira

Para criar essa história, o desenhista Bruno D’Angelo e o roteirista Ricardo Giassetti se basearam em fatos reais. A pesquisa realizada abrange não somente a memória resgatada da saga japonesa no Brasil, mas também os cenários culturais, sociais e econômicos tanto do Brasil quanto do Japão. Durante a leitura será possível identificar lugares e personagens reais, fatos históricos e costumes tratados com grande cuidado na construção dessa ficção histórica de narrativa envolvente.

O Catador de Batatas e o Filho da Costureira

Editado pela JBC o livro bilíngue é formado por duas histórias paralelas: a de um imigrante japonês e a de um negro brasileiro neto de escravos. Seus destinos se cruzam em uma fazenda de café no interior paulista quando a primeira leva de imigrantes vindos do Japão chega ao Brasil em 1908.

O Catador de Batatas

IKEMOTO está em fuga de seu próprio passado. Sua família e toda a classe samurai se viu esquecida após a Reforma Meiji. Sem posses e sem futuro, Ikemoto vê o Brasil como um refúgio distante para curar as mágoas de seu passado. Veterano da guerra russo-japonesa (1904-05), foi prisioneiro de guerra no navio Kazan, agora de posse da frota japonesa sob o nome Kasato Maru. A viagem, a chegada, os conflitos com a nova cultura e os desafios presentes, passados e futuros se apresentam em terras brasileiras. Uma lição que nos ensina que nada é para sempre e tudo pode ser mudado.

O Filho da Costureira

ISIDORO não conheceu nem sua mãe nem seu pai. Foi criado por Dona Nâna, costureira de grande coração que acolhe crianças rejeitadas. Vivendo como colonos em uma fazenda de café, Isidoro destaca-se como um garoto esforçado e inteligente, o que o faz ser uma figura deslocada nesse ambiente rústico. Sem muitas perspectivas devido ao preconceito racial, Isidoro e Ikemoto acabam unindo forças e compartilhando problemas que os encaminham para um destino comum: a fuga para uma nova vida, com novos desafios e conquistas. Um futuro que somente um país como o Brasil pode oferecer e cujo resultado, cem anos depois, é um conto comovente de superação e vitórias.

Os autores

Ricardo Giassetti – 36 anos, é jornalista, publicitário e filho de imigrantes italianos. Foi editor, roteirista e tradutor de vários títulos em quadrinhos como Sandman, A Liga Extraordinária, Spawn e X-Men. Seu último trabalho de ficção histórica foi “Down the river”, publicado na antologia Gunned Down – Terra Major, 2006 – EUA. Em 2006 criou a coleção MOJO Books (www.mojo.com.br): “se um disco fosse literatura, que história contaria?”

Bruno D’Angelo
Paulistano, 31, vive no mesmo bairro que nasceu, Pinheiros. Mora em um prédio sem elevador, sem t.v. e sem garagem. Tem uma bicicleta e mais livros do que consegue ler. Faz quadrinhos desde os 8 anos e publica profissionalmente desde os 18. Já foi finalista do HQ MIX e do EISNER AWARDS e foi premiado no PRÊMIO ABRIL DE JORNALISMO e na BIENAL DE DESIGN GR



This entry was posted in HQ-Mangá. Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook