TAMARA DREWE, filme de HQ inglesa, enrolado com a censura


Quando fiz aquele texto sobre as adaptações de Quadrinhos que estreariam em 2010 comi algumas bolas e uma delas foi TAMARA DREWE. Baseado em HQ de Posy Simmonds, ilustradora do jornal Guardian, sobre uma repórter que volta à cidadezinha natal do interior para cuidar da venda da casa da família. E vira a cidade de cabeça pra baixo com sua beleza e sarcasmo.

Originalmente inspirado no clássico livro LONGE DA MULTIDÃO ESTULTA, de Thomas Hardy, TAMARA DREWE foi serializada no Guardian [onde ainda pode ser lida de graça] e colecionada em um álbum da editora Jonathan Cape.

O diretor do filme é ninguém menos que Stephen Frears [A RAINHA, ALTA FIDELIDADE] e Tamara é vivida pela deliciosa Gemma Arterton [de 007 - QUANTUM OF SOLACE, PRÍNCIPE DA PÉRSIA e FÚRIA DE TITÃS]; o elenco de apoio que forma a comunidade da cidadezinha conta com Roger Allam, Tamsin Greig, Bill Camp, Charlotte Christie e Jessica Barden.

Como você pode ver no trailer abaixo, parece uma comédia de costumes esperta com algumas insinuações sexuais, mas o British Board of Film Classification implicou com alguns palavrões. E mesmo após uma edição o filme continuou com um aviso de “linguagem forte”, o que pode prejudicar a performance do filme na Inglaterra. Brendon Connely, novo colaborador do Bleeding Cool, se enfureceu e sugeriu uma campanha por carta para a distribuidora – de preferência sem uso de palavrões.

TAMARA DREWE estréia no Reino Unido dia 10 de Setembro e não tem data ainda para o lançamento brasileiro.



This entry was posted in Cinema, HQ-Comics, Publicidade and tagged , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook

  • Marta

    Parece muito chato.

  • Ana Carolina

    Parece incrível, quero mto ver.