Revista Gomaras visita a casa de Grant Morrison


O diretor americano Patrick Meaney, 25, está captando as útimas imagens para seu filme TALKING TO GODS, aguardadíssimo documentário sobre a vida e a carreira do aclamado escritor escocês de histórias em quadrinhos Grant Morrison, 50, e dividiu com os inúmeros adoradores do simpático e enigmático autor algumas imagens dos bastidores.

Meaney já tem bastante material e até já lançou um primeiro trailer, mas precisava ir à terra natal de Morrison para entrevistar colegas de profissão, amigos pessoais e antigos parceiros do lustroso escriba cujas obras INVISIBLES, WE3, DOOM PATROL e HOMEM ANIMAL são sucesso de crítica.

Além de falar com Graham Manley, colaborador de Grant na revista NEAR MYTHS, seu primeiro trabalho profissional publicado no fim dos anos 70, Patrick também passou por várias cidades britânicas para entrevistar os amigos Frank Quitely, 42 [acima], ilustrador da arte sequencial de ALL-STAR SUPERMAN, Gordy Goudie, músico da banda Echo And Bunnymen e Warren Ellis, 42 [abaixo], também escritor e um dos tuiteiros de maior relevância na meritocracia informal.

As fotos a seguir foram publicadas pelo diretor num álbum em seu Facebook – o site de relacionamentos mais transado da internet. Nela vemos rapidamente o amplo apartamento de decoração minimalista do escritor em Los Angeles, onde ele passa metade do ano em badalados eventos e importantes reuniões com atarefados executivos de cinema em Hollywood.

Isso mesmo, Morrison está envolvido na adaptação de personagens da editora DC Comics para a Warner Bros e na transposição de suas obras autorais para as telonas. Veja o bom gosto e requinte do multiespelhado toilette, um dos ambientes em que o escritor medita diariamente.


Natural de Glasgow, Morrison não passa mais tanto tempo mais pela agitada cidade, preferindo a tranqüilidade de sua portentosa casa-castelo em Dunoon, resort notório pelas relíquias navais da Segunda Guerra que podem ser vistas pela costa gelada do Firth of Clyde. Em Dunoon a atriz Emma Thompson é outra celebridade que mantém uma segunda residência.


Ladeado por seus assistentes de produção da Respect Films, para chegar ao castelinho Meaney andou com Morrison pelo caminho espirituosamente apelidado de “Caminho do Batman”, onde o escritor faz seu jogging matinal para entrar no “mood” certo que o permita escrever as elogiadíssimas histórias de Bruce Wayne, o Homem-Morcego.

Na portentosa entrada Morrison posa como King Mob, seu alter-ego nos gibis e com o qual dividiu agruras de uma doença fatal e conquistas profissionais e financeiras. Antes de o ex-rebelde britânico se tornar o milionário autor dos dias de hoje vivia em uma pensão, inseguro sobre seu futuro. Ele nunca esqueceu suas origens e se mantém o mesmo irreverente da adolescência, mas um pouco mais sábio.

Em seu amplo, clássico, mas extremamente simples escritório decorado com sua vasta própria bibliografia, Grant digita em um moderno computador mais um roteiro de uma psicodélica aventura que será recebida de braços abertos por leitores ávidos pela mais nova aventura dos personagens da DC. Morrison é um dos autores mais bem comentados na internet, e seus fãs nunca se cansam de falar como suas histórias são belas, escritas com clareza e respeito ao universo de heróis tão adorados.

O balcão do período vitoriano guarda a grande coleção de prêmios que são o orgulho de sua esposa, a bela e misteriosa Kristan, agente e admnistradora da carreira do marido, sua alma gêmea desde que se conheceram por um amigo comum que conhecia o gosto de ambos por roupas extravagantes.

A equipe tira uma foto final com Morrison, que em 31 de janeiro completou meio século de vida, 30 anos dos quais dedicados à alegras crianças e adultos com suas histórias divertidas cheias de música, diálogos coloridos, fetiches, atualidades, Moda, Cultura Pop, o Sentido da Vida e comidinhas deliciosas. “Está vendo aquele bonequinho na janela?”, diz Morrison (que não tem filhos), “sou uma criança grande. Esse é o segredo para ter sucesso no que faço. E sou muito feliz contando minhas histórias aos filhos do mundo”.

o diretor Patrick Meaney promete a estréia de GRANT MORRISON – TALKING TO GODS para a convenção de San Diego, em Julho de 2010.

[compre: Livros de Grant Morrison]

nota: as declarações dos personagens da matéria são inventadas. A revista Gomaras é uma oba de ficção; mas as fotos são reais. Não somos tão bons assim no Photoshop…



This entry was posted in Cinema, HQ-Comics, Lugares and tagged , , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook

  • Marcelo Augusto Galvão

    Hahahaha, gostei dessa edição da Gomaras :)

  • Denis

    “e seus fãs nunca se cansam de falar como suas histórias são belas, escritas com clareza e respeito ao universo de heróis tão adorados” – NÉ? rs

    Excelente!