Comic-con: as novidades da Vertigo


O selo adulto da DC Comics reuniu Jason Starr, Peter Gross, Jeff Lemire, Chris Gage, Max Allan Collins, Gary Phillips e os brasileiros Gabriel Bá e Fábio Moon, sob mediação da editora Karen Berger, para discutir seus próximos lançamentos.

Bá e Moon falaram sobre Daytripper, série que estreia no fim do ano, sobre o filho de um famoso escritor de livros infantis mal sucedido que, sem conseguir decolar na carreira literária, escreve obituários para um jornal. As coisas mudam quando acontecimentos fora do controle do protagonista começam a “moldar sua persona e sua carreira… se ele tiver uma”, afirmou um dos gêmeos (sério: se o repórter do CBR não conseguiu identificar quem falou isso, mesmo com as plaquinhas que costumam ficar na mesa com os nomes dos convidados, imagina a gente aqui no Brasil, que já tem dificuldade de saber quem é quem pessoalmente e nas fotos). Enfim… Daytripper terá o Brasil como país-cenário.

Antes, o desenhista Peter Gross falou sobre The Unwritten, série lançada recentemente com roteiros de Mike Carey, que tem premissa similar, o que provocou risos dos quadrinistas e da platéia: trata do filho de um famoso autor de livros infantis que se vê em dúvida sobre sua própria vida, que talvez possa ser uma grande farsa. Segundo Berger, a grande questão por trás do gibi é: o que é real e o que não é?

Já Jeff Lemire tratou sobre Sweet Tooth, série que tem como protagonista Gus, um híbrido humano-cervo, que vive em um Estados Unidos pós-apocalíptico e arruinado pela criação de animais híbridos.

O escritor de romances policiais Jason Starr, que em breve terá histórias do Justiceiro publicadas pela Marvel, estreará na Vertigo com a graphic novel The Chill. A história mescla mitologia irlandesa com os gêneros de crime e drama modernos, abordando uma maldição onde uma mulher é capaz de absorver a energia sexual de várias pessoas para se tornar imortal.

Peter Milligan, escritor britânico que há pouco lançou a série Greek Street pela própria Vertigo, terá uma série que também contará com elementos irlandeses, chamada Bronx Kill. O protagonista é um escritor mal visto por sua família irlandesa de policiais, obrigado a investigar o desaparecimento da própria esposa, do qual também é suspeito. “Todas as pistas levam a este lugar misterioso chamado Bronx Kill, nos limites do Bronx. É um lugar de desova, onde o pai do nosso escritor foi morto – um assassinato que nunca foi resolvido”, explicou Berger. Os desenhos ficam a cargo de James Romberger.

Max Allan Collins volta ao universo de Estrada para Perdição, HQ que inspirou o filme homônimo estrelado por Tom Hanks, nesta que será a última história ambientada no universo da série. A trama tem como protagonista o filho do matador vivido por Hanks, que está no programa de proteção à testemunhas, e descobre que o governo estava escondendo a informação de que seu pai se encontra vivo.

Outras publicações da Vertigo ficam a cargo de Chris Gage e Chris Samnne com Area 10, John Evans e André Rubi com The Executor; Anderson Gabrich com Fogtown; e Gary Phillips e Brian Hurt com Cowboys.



This entry was posted in HQ-Comics and tagged , , , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook