A transposição dos Surrogates


Por mais que o sucesso de atingir as telas de cinema (e conseqüentemente ter a chance de atingir audiências mundiais) seja bom para uma HQ, o produto final nem sempre está em sincronia com a obra original. Como minha intenção não é fazer um post “nerd vs Hollywood”, seguem aqui algumas poucas impressões relativas a adaptação cinematográfica de “The Surrogates”, uma série de 5 revistas escritas por Robert Venditti e ilustrada pelo talentoso e minimalista Brett Weldele.

A trama original nos leva a um futuro não muito distante no qual homens podem viver através de “Surrogates”, (“Substitutos” em tradução livre), máquinas feitas sob medida que imitam o homem a perfeição. Nesse mundo, o crime entra em queda já que todos os habitantes de Central Georgia podem confortavelmente viver sem sair de suas casas, enviando seus substitutos ao mundo real, assumindo a forma e aparência que bem entenderem. No entanto, nem todos os cidadãos de CG abraçam a chegada dos Surrogates e um deles decide começar uma carnificina robótica sem precedentes.

Saiu nas últimas semanas o trailer do filme, aparentemente além da estética ser totalmente diferente dos quadrinhos (com desenhos quase monocromáticos, em tons escuros, alguns deles com espaços vazios, apenas rabiscados em contraposição ao filme que é clean, futurista e cheio tomadas amplas e detalhadas), o perigo foi aumentado e a ação reforçada. A questão do filme dirigido pelo Jonathan Mostow (do equivocado “Terminator: Rise of the machines“) parece ser o risco de se morrer quando conectado ao Surrogate. Além desse desvio na trama original, o parceiro do detetive Greer (interpretado por Bruce Willis) foi transformado na bela Radha Mitchell. Dê uma olhada:

Paralelamente ao filme, Robert Venditti lançará em julho uma continuação da HQ original ainda contando com a parceria de Brett Weldele que lançou recentemente em seu blog uma prévia de “Surrogates: Flesh and Bone“:

Qual desses vai realmente prestar eu não tenho certeza, mas a recomendação que fica é: leia a HQ, vá ao cinema e decida por você mesmo!



This entry was posted in Cinema, HQ-Comics, Trailers. Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook

  • http://twitter.com/sagas Guilherme Sagas

    Fiquei curioso pra assistir. Vou baixar as hqs também.

    matrix encontra eu robô?