Ética 2.o ou “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas no Twitter”


Eis que meu pacífico cantinho no twitter, onde as estatísticas ainda não passam de uma casa decimal, foi repentinamente perturbado por uma enchente de convites de n00bs querendo me seguir. Um perrengue.

Quando acordei esta manhã, fiquei sabendo que isso foi tudo culpa da senhora Rosana Hermann. O blog dela chamou minha atenção na semana passada por um post em que sem a menor cerimônia declarou que Eliana Tranchesi – uma outra senhora, esta que roubou ZILHÕES dos cofres publicos – não é um perigo para a sociedade.

Vejamos o que aconteceu.

Dona Rosana Hermann eh uma blogger, jornalista, e twitteira. A dona encontrou um script que adiciona usuários automaticamente, um robô de miaddi em massa. Com isso, dobrou seu número de seguidores de uns 6 mil para uns 11 mil (esse números foram divulgados por ela).

Isso é permitido mas eh feio, tosco e ninguém gosta. A grande peculiaridade do twitter é que é um conceito tão simples e tão aberto que pode ser usado para várias formas de comunicação. Eh possível usar como um serviço telefônico de SMS , como rede social, como leitor de RSS, como blog, como fotolog etc. EvHead e sua equipe mantém uma API robusta, permitindo que outros sites iniciantes ou não integrem o motor do twitter para criarem o serviço que quiserem. Tem até gente criando dessserviços – os spammers.

Muitos enxergam o spam de empresas, de famosos ou de quase-famosos como um abuso. A paciência coletiva é ainda menor com quem já tem um karma memético ruim como a Rosana tem. Minha idéia inicial era responder ao post no qual a jornalista se explica, mas não vale a pena. Ela utilizou o script em seu próprio twitter oficial e até agora está mantendo o leitorado conquistado na marra com um simples robozinho. É evidente que ela não é uma usuária avaliando a ferramenta, ela é uma usuaria utilizando a ferramenta. Mas ela respondeu a quem quiser ouvir que usar tal ferramenta de miadd em massa é muito feio – ao mesmo tempo dizendo que seu criador é um genio e ao mesmo tempo assumindo que utilizou a ferramenta porque (assim como a Regina Duarte e a Eliana Tranchesi) Rosana Hermann tambem eh uma ser humana. Não é mesmo, pessoal?

Não dá pra discutir. Ela falou isso então ta falado. Eu só posso exercer minha liberdade de não acreditar: desculpa mas acho a senhora mentirosa, Rosana Hermann, pegael. No âmbito da internet, Rosana foi pega em flagrante cometendo um crime e foi condenada e executada – tudo de mentirinha, hein, é só o Twitter. Em resposta, execrou o crime que cometeu e todos os que o cometem, sem deixar de eximir a si própria como ser superior que não pode por princípio ter cometido um crime nesta situação. Rosana não é um perigo para o twitter assim como Eliane não é um perigo para a sociedade. Por quê? Isso ela não explica. Foi sem querer querendo, era tudo um teste, uma brincadeira, uma investigação; era qualquer coisa menos o mais óbvio. Talvez ela seja inocente por ser uma mulher branca para o padrão étnico nacional, velha para o público em questão e bem rica para o nível brazuca… e tanta gente por aí acha que por definição mulheres brancas, velhas e ricas não cometem crimes.

Como falamos de crimes de mentirinha em um ambiente de mentirinha, no big deal. Fica meu protesto contra a dona Rosana ter divulgado o script e tratado seu autor como gênio. Depois de ganhar 6 mil leitores, ser pega com a mão na massa e ainda por cima divulgar o truk, Rosana criou um problema pra um monte de gente inocente. Criou um problema pra mim (se ela aparecer na minha frente um dia eu vou fazer questão de cutucá-la 500 vezes dizendo “quer ser minha amiga e depois vou sumir, claro). Ainda bem que é o mundo virtual. Se ela investigasse algo como o risco de incêndio nas escolas públicas, com esse raciosímio era capaz de atear fogo em algum liceu com alunos dentro e tudo.

Twittess se apresenta como uma mulher jovem que usou o mesmo truque e virou uma celebridade no Twitter com mais de 10 mil seguidores. Usou o mesmo script divulgado pela jornalista Rosana. A twittersfera está horrorizada com essa garota que não passa de um punhado de imagens em JPG e de repente é alguem para milhares de pessoas. Eu acho normal, isso é o twitter utilizado como TV. Twittess eh uma celebridade legítima e em todo seu direito, tanto quanto Príncipe Harry, tanto quanto o Bombeiro Joe ou o Mansurzinho Diniz na Caras dessa semana. É vazia como tantas celebs sempre foram. O que acontece é que o que antes só se conseguia fazer sendo dono de TV ou jornal – empurrar não-noticias e comentários de mão única goela abaixo da audiência – hoje está ao alcance de qualquer camwhore juvenil que saiba rodar um script. Paciência. Como a Twittess se identifica através de fotos que mostram uma garota atraente, ela nem precisa passar pelo vexame de se explicar como fez Rosana. Ela soh precisa existir… se pá nem isso.

——

Adendo do Hector:

as imagens que ilustram o post são prints do site Twittercounter.com, mais especificamente da lista de 100 contas mais seguidas no Twitter. e elas ilustram crescimentos suspeitos a partir do final de Março [um padrão em todos os gráficos]. tem mais gente que usou, mas peguei os mais “famosos” no momento pra ilustrar.

outro dia a Rosana tentou me seguir várias vezes. vi gente reclamar a mesma coisa do Interney. era o script dando miédi em várias pessoas que nos seguem.

a Rosana diz estar com medo de ser julgada de forma injusta. outro dia – antes dessa treta de script -ela linkou um post meu no Twitter e ganhei uns 40 novos seguidores no espaço de poucas horas. agora o efeito seria ainda maior.

agora muito mais gente vai concordar com o que a Rosana disser, tal qual lemmings. e se ela der uma informação equivocada? muito mais gente vai passar adiante. ela pode julgar quem quiser que o efeito seria mais devastador. e são seguidores fake, ninguém ali teve a iniciativa de ir lá adicionar. muitos dirão que isso não importa, porque foram seguir porque quiseram.

o que eu acho de mais picareta nessa história toda é que essa bolha especulativa que os donos desses perfis criaram é simplesmente pra alavancar o nome deles nessa maldita “meritocracia informal da twittosfera” ou qualquer nome idiota que os publicitários super-espertos do momento queiram dar. com isso eu imagino – e agora é minha vez de especular: depois de o Tas [que não usou o tal script] virar garoto-propaganda da Telefônica, todo mundo quer poder se dizer famoso e influente, um “case de sucesso” [aaarggh] pra conseguir alguma boquinha? pode ser operadora de telefonia, provedor de internet, um ingresso de show, uma coxinha na esquina. os blogueiros se contentam cada vez com menos.

esse povo todo que usou o script – e acha que ainda dá pra recuperar a credibilidade – devia pedir pra receber unfollow de todo mundo depois da data xis, ou mesmo ter coragem e apagar o próprio perfil, porque ele não vale o quanto pesa. mas isso é bem inocente da minha parte. nesse recorte do mundo da meritocracia [merdocracia, vamos combinar] vale aparecer de qualquer jeito, mesmo sem ter mérito algum, mesmo suas opiniões não valendo o peso que cobram por aí.

a solução:

> UNFOLLOW

> BLOCK

> ARE YOU SURE YOU WANT TO BLOCK *******?

> OK, I STILL WANT TO BLOCK THIS PERSON.

moral da história [via Inagaki]:



This entry was posted in Fofoca, Internet, Tecnologia and tagged , , , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook

  • http://www.agenciaginga.com.br/blog/ Naomi Covacs

    a turma não tem limites. nem pra aumentar follower na marra. #cabeçademingau X)

  • http://www.ronaud.com Ronaud Pereira

    Ultimamente parece que o twitter só serve para falar do twitter. Nunca foi esplêndido quanto dizem, mas agora tá ficando chato. Esse casinho do script aí pelamordedeus, não é pra tanto! Pronto falei!

  • http://www.charlesgomes.wordpress.com Charles Fernando

    Bom o texto, chego a concordar com algumas coisas…

    However, ninguém é obrigado a seguir de volta, e a pessoa pode ter mais followers que Cristo, se ela é antipática, não vai ser popular, é um produto.

    Essa tática pega os iniciantes do twitter que são enganados com facilidade, mas não consigo achar mal em se evidenciar, se certas pessoas não me adicionassem, eu nunca ficaria sabendo delas…

    Eu não sigo de volta bovinamente, há pessoas que me chamam a atenção e outras não…

    Até porque há pessoas que só quero ouvir mesmo…. e adicionaria mil pessoas se fosse o caso, basta dar disable notifications, e toda vez que abrir o twhirl, dar tudo como read, ler umas quinze twittadas, conversar com uns 5 e voltar a minha vida.

    Enfim, por ser peixe pequeno e apenas um usuário sincero da ferramente, posso desfrutar de uma tremenda liberdade do que alguém que carrega uma cruz de 2000 desconhecidos consumidores nas costas…

    Ass: @phoenix7

  • cindlalala

    estou encantada com a linguagem usada nesse post e pelos comentários. o assunto também é relevante. mas bola pra frente depois do unfollow… #euachoquesouumspam

  • http://www.velocidade.org Bárbara

    Eu sabia que era mto estranho a Rosana começar a me seguir do nada. Tanto que nem abri o twitter dela de volta pra pensar em voltar a segui-la – coisa que agora farei menos ainda.

    Se essas pessoas querem usar script pra ficar adicionando todo mundo, usem. Eu não vou fazer o msm pq eu ainda entro em cada página pra ver quem é a pessoa, o que ela escreve e tudo mais. Agora, se essas pseudo estrelas nem se dão a esse trabalho, pq eu tb darei?

    O mais legal é um monte de neguinho atirando pedra no Tas por causa da Telefonica e agora querer ser o primeiro do ranking. Parece a mesma brincadeira que fizeram com o blogblogs e o que tira totalmente a credibilidade dos sistemas que usamos.

    Enfim, olharei bem o número de usuários das pessoas que me adicionarem em breve e comparar no site qdo aconteceu esse aumento. Aí tenho certeza se é um fake ou não.

    Mto bom o post de vcs, parabéns!

  • http://memedecarbono.com.br Roney Belhassof

    Entendo sua indignação, mas não concordo com algumas das suas conclusões.

    A indignação é perfeitamente adequada pois eles violaram alguns dos novos códigos de ética da cibercultura, principalmente a meritocracia, mas também uma forma de “colaborativismo” onde a maioria das pessoas desfruta de oportunidades semelhantes.

    Impulsionados pela indignação nossas emoções chegam a conclusões por nós e é ai que discordo um pouco de vc.

    Essas pessoas na verdade não tem muito mais seguidores do que tinham no começo do processo, na verdade podem ter menos.

    O que elas tem é uma legião de zumbis que, como elas, esmolaram a ilusão do prestígio.

    Eles pensaram com a lógica industrial, mas a nova lógica é a do fluxo de informação e relevância.

    Me dá uma certa ansiedade, uma vontade de ajudá-los a se livrar do ruído que não lhes permitirá avaliar seu valor real, mas confesso que não sei como, a não ser apagando a conta e criando outra. Acho uma pena pois considero alguns deles interessantes e até sigo dois.

    Estou escrevendo mais um post! Mas vou dizer só mais uma coisa.

    É importante que essas coisas aconteçam, é assim, com experimentações, erros e sucessos que memes se mostram bons ou ruins, proliferam ou se extinguem definindo aos poucos o perfil da nova cultura (cibercultura).

    Como bom idealista fico feliz ao ver que mais uma vez se reafirma a inadequação do modelo industrial e crescimento da cibercultura que não aceita essas manipulações da meritocracia.

  • http://meuveneno.com.br Kakah

    Esse comentário do Roney me fez pegar um dicionário, então vou simplificar prá geral:

    Cagaram no twitter. Fedeu. Agora tentam limpar. Mas tem certas sujeiras que só MUITA água, sabão e tempo conseguem arrancar… E, sinceramente, falta maturidade de boa parte dos usuários do twitter, sempre tem uns que nunca vão aprender a limpar a bunda.

    (Adoro metáforas escatológicas, sorry)

  • http://felip_vferreira Felipe

    Quanta bobagem..o que mudará em sua vida? não continuará a dar risada, trabalhar, twittar, interagir? Criar um “círculo de amizades” forçada não deve ser legal..mas entendo, pois faltou um irmão, um amigo, bater tazzo, jogar bola, empinar pipa, salada mista..faltaram as pqnas lembranças de brigas, apuros no colégio…happy hour no serviço? nunca existiu..existirá sempre o vazio na vida de quem usa esses métodos pra aparecer..

    Cada um na sua onda, cada um na sua prancha
    Eu não vou mais no teu barco
    Tu não vem na minha lancha
    Cada um no seu cada um
    Deixa o cada um dos outros
    Se correr o bicho pega
    E se pegar é bicho solto

  • http://hectorlima.com HectorLima

    Bial?

  • http://www.twitter.com/danielmco daniel martins

    eu tbm achei muito estranho essa subida repentina de followers em alguns twitters…
    mas um twitter que vive me enchendo o saco, tentando me seguir todo santo dia, é o Big Blogger Brasil! eles devem estar tentando o mesmo processo! =/

  • http://looplemonkey.com.br Cláudio

    Gente, quanta punheta por nada, segue quem quer. Eu usei o script depois que já tinha mais de 1000 seguidores que trouxe pela afinidade com os temas que abordo, uso várias ferramentas para manter um “canal” ativo de informações humanas e robotizadas, meu twiiter fala de música dos outros e de nossa banda, artes, propaganda, design e afins, tudo interligado com os blogs que participo e ajudo a gerar conteúdo.

    Uso o script para atrair assinantes de lugares que julgo ter um público que me interessa falar com eles, em meu canal a conversa é muito mais de ida do que de volta, a maioria das pessoas prefere receber conteúdo a produzir conteúdo, isso é bem normal. Temos mais humanos dispostos a ser platéia do que estar no palco, e isso não tem nada de ruim.

    Pra mim o único problema com os scripts é o uso indiscriminado para sair querendo falar com qualquer pessoa, eu prefiro usá-los pra acelerar o contato com um público que sei que pode gostar do que temos a dizer. Utilizo várias fontes de feed para posts e tempero com intervenções humanas, e quem me segue percebe que ali existem robôs e humanos trabalhando juntos, até agora tudo vai bem.

    A twittes (Tessália) trabalha em minha agência, é uma moça normal, dei umas dicas simples pra atrair seguidores, afinal não tem graça falar com as paredes, e ela empolgou-se com o poder do script, o que despertou inveja em muita gente, seu twitter é como um canal de TV aberta, bem pop, assiste quem quer, ela já levou block e unfollow de muita gente próxima até, mas isso não a torna criminosa.

    Vão ler um livro e parem com essa bronha sem fim, parece que a internet virou uma merda monotemática idiota.

    Abs.

  • http://twitter.com/MattaJr Rogério

    E se usou o script???

    FOOOOOOODAAAAAAASSSSSSSS!!!!!

  • http://11111985.blogspot.com Keny Lane

    Não gosto da idéia dos Scripts, mas… acho que a solução todos já sabem e não fazem: UNFOLLOW! #prontofalei.

    “[OFF: O blog e o post são mto legais, mas vou dar uma opinião… escreverem certo! Sei que é um blog e tal, mas “eh

  • http://www.wezo.com.br Wezo Alves

    Eu não vejo problemas no uso de scripts desde que seja para bons fins, se eu quero seguir as pessoas que seguem um determinado perfil por que isso vai ser útil pra mim, qual o problema, as pessoas que eu estiver seguindo vão ter relevância no meu caso e ser seguido vai ser uma consequência.

  • http://twitter.com/aleksandre Lex Aleksandre

    No fundo todos são ganancioso e objetivam a fama!