Realidade de Mascar: Uma história de vilania


E então Tessália se foi. Rejeitada pelo público, ela é apenas mais uma a enfrentar o paradoxo do show que pretende filmar a realidade, mas que se apega a regra ficcional de que o crime não compensa. Sem entrarmos numa discussão de direito, sabemos que a vida real nem sempre bate com esse aforismo.

No entanto, na casa do Big Brother Brasil, a exposição de todas aquelas pequenas manifestações de ciúmes, inveja e desdém são amplificados por 30 milhões (de votos). E é nessa base que eles, os vilões da televisão, argumentam suas defesas para tentar recuperar alguma credibilidade no mundo não filmado.

Que Tessália foi a vilã da vez não há como negar. O anti-feminismo disfarçado pelo velho mito da mulher incapaz de fazer amizade com outras mulheres não passou despercebido pela audiência. Tampouco os comentários perniciosos sobre os companheiros da casa e o misto de indiferença com frieza, mascarados pelo tom de voz infantil, típico de uma figura dramática que precisa disfarçar o menosprezo que sente pela derrota.

Pessoalmente, no repertório de dez edições, Tessália está longe de ser a face da maldade (e digo maldade nos critérios maniqueístas aplicáveis na ficção). A única prejudicada pelo que narrei acima foi a própria. Sem causar – diretamente – confusões, ou sem semear – abertamente – a discórdia, Tessália teve como principal pecado jogar como alguém que não admite perder. Durante as provas era possível ler em seu rosto que ser desclassificada era doloroso. Me marcou uma fatídica cena em que ela revelava que ter escapado do paredão na segunda semana foi como ver a morte de perto. Talvez por isso mesmo, eliminá-la na última terça tenha sido um prazer à parte para o público que curte – de vez em quando – uma merecida lição de moral.

Não por acaso, a articuladora do último paredão seja pra mim a candidata ideal ao posto de vilã máxima desse BBB 10. A personagem Lia (e eu reforço a palavra “personagem”) é talvez o resultado de oito anos de evolução do reality-show. Ciente de que está sendo filmada 24 horas, Lia não dá ponto sem nó fazendo exímio uso dos clichês do BBB. Medindo todas as palavras, Lia jamais se deixa cair em controvérsias. O que diz para alguém em confidência, repete para todos em alto e bom som – a “máscara nunca vai cair”. Cavando brigas sem jamais se perder nelas, a dançarina é profissional em tirar pessoas do sério. Anamara, Tessália e Alex foram algumas das vítimas de suas bem pensadas armadilhas. A mais desenganada delas, Elenita, ainda não conseguiu enxergar que Lia começa incêndios para poder apagá-los logo em seguida.

Especialista em caçar contradições nos discursos dos rivais ao prêmio de 1 milhão e meio, ela avança no jogo se fazendo a mais presente possível para as câmeras, repetindo jargões (“Eu jogo com o coração”), martelando palavras (“Pedra, Pedra, Pedra”) e argumentando que sua sinceridade será sua ruína.

Ao dizer ontem que não havia sido Alex que vencera o paredão, mas sim Tessália que havia sido derrotada, Lia reafirmou aquilo que me deixa pensativo: estaria ela prestes a subir na cadeia da vilania agora que Tessália se foi?

Se conseguir destronar Alex – um dos arautos de confusões sem de fato ser mentor delas – o caminho de Lia será inconscientemente caçar conflitos pela casa, tentando se sobressair em cada um deles, galopando para potencialmente se transformar na mais insidiosa vilã da história do reality-show brasileiro (mal ae, Thalita)

Para os que pensavam – e sei que eles existem – que a saída de Tessália prejudicaria o desenvolvimento de conflitos na casa, eu digo: enquanto Lia estiver no programa, teremos um estoque inesgotável de tretas pela frente. Aguarde e confie!

Só para encerrar: Não entrarei nos deméritos sexuais envolvendo Tessália e Michel porque não acho que tenha sido relevante para o andamento do programa. Ninguém na casa repercutiu o que quer que eles tenham feito e não acho que o perfil liberal dos participantes fosse de discutir a natureza do relacionamento do casal. Uma pena que o público, de forma geral, não seja tão liberal assim… fica aqui a ponta solta para futuros posts.

[compre: livros sobre Twitter]



This entry was posted in Críticas, TV and tagged , , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook

  • tereza

    Não acho que moralidade foi determinante para a saida da Tessalia, sua performance apenas virou motivo para piadas…Saiu por total falta de empatia com o publico. Repudio `a inveja e intolerancia. Quando foi devolvida a imunidade a Fernanda a pedidos dos telespectadores, Tessalia partiu para os ataques pessoais, pois viu na “moça do interior” a força fisica e o carinho do publico que lhe faltavam. Ela acreditava ser capaz de ganhar o jogo apenas usando a inteligencia e seu popular Twitter. O publico não perdoa difamacoes, caras e bocas e isso ela fez o tempo td. Ironizou ate a possivel cirurgia plastica da moça.

  • tereza

    esqueci…ela esnobou tb pra cima de Anamara, comparando a população da cidade da Baiana com a quantidade de seguidores em seu Twitter.

  • http://cadernodecabeceira.wordpress.com Anna Carla

    Bravo Denis, bravíssimo!

  • http://www.alfadetectors.com.br clodoaldo oliveira

    FICO INDIGNADO,QD COMEÇAM A ANUNCIAR ESTA PORCARIA ENSAIADA COMO JA SE FOI DITO E DESCOBERTO ESTE HORARIO NA MINHA CASA A GLOBO NAO PEGA PQ JA TROCO DE CANAL
    SERA QUE VCS NAO TEM CRIATIVIDADE PARA COLOCAR ALGO MAIS INTERESSANTE E NAO ESTA PORCARIA APELATIVA,EU ASSISTI O BBB 1 PQ ERA NOVIDADE AGORA NEM QUE ME PAGUEM PQ JA SE TORNOU CANSATIVO E EXTRESSANTE

    ATT
    CLODOALDO OLIVEIRA

  • http://www.uol.com.br Tessta

    Clodoaldo, vai tomar no cú!!!

  • http://www.eltorto.blogspot.com/ El Torto

    É, o Clodoaldo tá certo. Análise de resultado do big brother? O goma já foi melhor. Q q vem depois? Análise de resultado da Megasena?

  • http://www.ehotchan.com Pau Torto

    Depois vem análise de comentários imbecis.

  • http://www.eltorto.blogspot.com/ El Torto

    Carma, carma, num fique nervosinha não.

  • Denis Pacheco

    Clodoaldo, entendo q vc nao curta BBB. Tal qual eu nao curto mtas outras popices, mas acho que jah estabelecemos aqui na Goma que tudo o q eh pop merece ser visto, destrinchado e, acima de tudo, pensado. Se vc eh a favor do pensamento, seja bem vindo. Se acredita que certos temas deveriam ser ignorados, limados ou censurados de qq forma, entao acho que aqui nao sera mesmo um espaço bom pra vc.

  • http://www.eltorto.blogspot.com/ El Torto

    Ô, foi mal ai, desculpa eu ter opinião. É só que eu acho que tem muita coisa mais interessante acontecendo e merecendo mais atenção do que BBB, e o Goma sempre soube achar. Mas, enfim, suit yourself Denis. Manda brasa no que vc acredita.

  • http://hectorlima.com Hector Lima

    Torto, sua opinião é respeitada aqui sim. eu mesmo não gosto de Big Brother [apesar de estar meio que vendo esse pra torcer pela saída da Twittess e pro que Dimmy e Orgastic vão causar], mas acho muito boas as análises do Denis, incentivei ele a escrever a respeito.

    não tem nada intelectual demais ou popularesco demais que a gente não possa escrever a respeito. não praticamos elitismo na Cultura Pop – tudo pra gente é diversão e Arte. inclusive adoramos deixar a cultura erudita mais trash e a tosqueira popular mais culta.

  • Denis Pacheco

    Torto, o fato de vc ter voltado aqui pra checar as respostas indica q vc curte a Goma e eu respeito isso, assim como respeito a sua opiniao (e seu gosto pessoal). A unica coisa q destaquei no comentario acima foi de aqui se escreve sobre tudo e isso tbm deve ser respeitado.

  • http://www.eltorto.blogspot.com/ El Torto

    Então, tá, então.

  • Pingback: Retrospectiva Gomanalytics 2010 – os 100 posts que mais grudaram