Goma-visão #6 – Acredita na fantasia e vai!


Olaaaaa Enfermeira!

Na semana em que muitas séries tiraram uma folga pra repensarem os rumos de suas devidas tramas, as remanescentes investiram no mote ‘dia das bruxas’ vestindo seus personagens dos pés a cabeça e garantindo momentos hilários ou… nem tão hilários. Acredite se quiser, a bruxa está solta e cheia de clichês no caldeirão!

Essa semana a coluna terá Brothers & Sisters, Greek, Gossip Girl, The Vampire Diaries, Flash Forward, Grey’s Anatomy, 30 Rock e Guilherme Sagas fazendo o resumão do que se passa no mundo dos publicitários ególatras de Mad Men e no reality de aventura que os votantes do Emmy adoram, The Amazing Race. Desculpem a bagunça e cuidado com os spoilers espalhados por aí!

Brothers & Sisters“Last Tango in Pasadena”
B&S nem se arriscou a brincar de fantasiar os Walkers. Ainda assim, eu espero ver um Halloween digno da família mais dramática da televisão atual. Também pudera, com o câncer da Kitty quem tem tempo pra comédia? Bom, talvez ela! A chegada do namorado francês saído direto de uma daqueles romances ‘Sabrina’ que você compra na banca ou acha no banheiro da casa dos seus avós, colocou de volta a comédia bem no núcleo familiar. Vá lá, essa idéia da Sarah de hospedar o francês (eu me recuso a aprender o nome dele) na casa da mãe foi das mais estapafúrdias. O cara é sem teto? Ele não poderia bancar um albergue, pelo menos? Ainda assim valeu pela cena dos Walkers assistindo-o nadar e brigando para que ninguém lhe desse uma toalha! E quem te viu quem te vê, Saul, safado! Outro grande momento foi a volta do romantismo entre Robert e Kitty, o jantar no terraço com direito a fogos foi parte do que me fez gostar muito de B&S lá na longínqua primeira temporada. Quanto a Holly só digo isso: bem feito! [compre filmes com Sally Field em DVD]

Gossip GirlGossip Girl“How to Succeed in Bassness”
E os primeiros a brincarem de dia das bruxas foram os upper-east-siders de ‘Gossip Girl’. Ok, a festa nem foi assim de ‘Halloween’, mas todos eles usaram suas respectivas fantasias anos 30 na inauguração controversa do Dillingers, o novo clube de Chuck Bass, personagem que consegue cada vez mais nos fazer torcer por seu êxito. Paralelamente, Serena arranja muitas confusões continuando a trabalhar com a maligna Relações Públicas saída direto do inferno das celebridades. E ela, acreditando mesmo na fantasia, acabou tomando partido em uma de suas decisões tendo que forçar um namoro com o Edward Cullen genérico (essa traminha ‘Twilight/Vampire Knights’ tá bizarramente engraçada) para garantir o emprego. Serena, recadinho da Gossip Girl pra você, isso não é ‘relações publicas’, isso tem outro nome, bem mais antigo! XOXO! [compre Gossip Girl em DVD]

Greek“The Wish-Pretzel”
Investindo em outro feriado, ‘Greek’ foi mais família e partiu para um ep de Ação de Graças. Rusty voltou a velha forma nerd e finalmente está para deslanchar na academia com um projeto interessante envolvendo sua sagrada engenharia de polímeros (ah… saudades do Max, q tá em ‘Melrose Place’). Rebecca e Casey juntam-se numa empreitada inédita ao serem as únicas na casa a não poderem ficar com suas respectivas famílias. Uma porque os odeia e outra porque foi dispensada. Só assim pra essas duas passarem um tempo juntas, e devo dizer, gosto da dinâmica de amor e ódio ali. Especialmente envolvendo Evan, que sempre foi um personagem chato, mas agora que é pobre está me fazendo reconsiderar. Ainda assim, o grande destaque mesmo foi FINALMENTE o retorno às boas de Casey e Cappie. Admito que tive meu momento adolescente quando vi os dois se beijarem nas escadas da casa. Eu meio que torço pelo casal, me deixa…

Vampire Diaries The Vampire Diaries“Haunted”
Falando em casal, Elena e Stefan estão se saindo melhor que a encomenda. Se amor deles é complicado não é pelo fato dele ser um vampiro que tem medo de não resistir ao cheirinho de churrasco dela (argh). Na-na-ni-na-não, o problema aqui é BEM maior. E sabe qual é? Pessoas morrem perto dos irmãos Salvatore e nenhum personagem dessa série está a salvo. Essa semana foi a vez da piriguete recém transformada em vampira, Vicki, encontrar seu destino final numa estaca improvisada durante uma festa de Dia das Bruxas. Não sem antes aprontar com seus novos poderes uma confusão que de fato quase matou Elena. A menina tava de enfermeira e saiu de paciente. Ponto alto do episódio foi a pequena demonstração do quanto a garota influencia as decisões dos irmãos, mesmo que Damon pareça o super-vilão, ele foi como um cachorrinho (Spike? Alguém?) atender o desejo anti-ético de Elena, apagando a memória do irmão mala que não é amado por ninguém (por ser mala!). Essa história promete, tô te dizendo! [compre livros da série Diários do Vampiro]

Grey’s Anatomy“Give Peace a Chance”
McDreamy é um neuro-god ou o quê? O cara consegue reverter o conceito de inoperável assim… com um estalar de dedos. E, além disso, consegue reverter também a demissão sumária, só dizendo: não, não estou demitido. Isso é simplesmente sensacional, gente. Eu queria ter essa coragem, mas pra isso acho que teria que treinar minhas habilidades fantásticas em neuro-cirurgia. Falando nisso, Cristina decresce em sua técnica enquanto Lexie rouba a cena mais uma vez e devo pontuar: estou oficialmente gostando da Lexie. Ela usa fraldas pra agüentar cirurgias, ela manda nos residentes chefes, ela é legal com os pacientes e está cada vez mais hardcore. Cadê o elenco que abriu essa série? George morreu, Izzie fugiu, Meredith tá acamada, Cristina virou uma chorona histérica? Lexie dominou! É o apocalipse… [compre: Grey's anatomy em DVD]

30 Rock30 Rock“Stone Mountain”
O roteiro foi o mesmo de ‘Reunion’, vai! Só que dessa vez, Liz era a cética e Jack era o esperançoso de encontrar alguma resposta voltando ao coração da América. Ainda assim, o episódio foi brilhante e nos entregou mais algumas falas que serão repetidas a exaustão. Estou até agora rindo da fantasia de senadora italiana da Cerie e chorando com a expressão da Liz ao revelar para o Jack que todas as crianças são horríveis aos olhos de Deus. Fora que as aparições de Jimmy Fallon e do próprio Jack McBrayer de peruca loira na platéia do comedy-club foram por si só hilárias. Alguns personagens de ’30 Rock’ cresceram tanto aos meus olhos que nem precisam de falas para serem engraçados, o que foi justamente a questão do episódio: desvendar da onde vem a graça? Metalinguagem, olá! [Compre 30 ROCK em DVD]

Flash Forward“Scary Monsters and Super Creeps”
Conselho para o pessoal de FF: se acertem na trilha sonora. Já entendemos que vocês ‘amavam os Beatles e os Rolling Stones’, mas existe aquela coisa de casar a cena com a trilha e nenhuma das duas escolhas musicais conseguiu essa química, nem mesmo Bowie. Temos que melhorar muito, também em desenvolvimento de personagens interessantes. Numa conversa com o Guilherme e o Rogério, percebi que alguns dos personagens fora do núcleo ‘Mosaic’ são tão fracos que ninguém nem lembra de os ter sequer visto ou de realmente se importarem com seus respectivos ‘flash-forwards’. Diferente de ‘Lost’, FF não dá espaço para cada personagem ser conhecido e crescer aos nossos olhos. Entretanto, o capítulo dessa semana merece menção pela cena TENSA entre Fiennes, Penny (!) e o pai-vilão-amigo-do-Charlie. É disso que essa série precisa, drama entre pessoas que nem se conhecem, mas já sabem que seus destinos estão prestes a se cruzar. [compre LOST em DVD]

Mad MenMad Men“The Gypsy and the Hobo”
A terceira temporada chega ao final semana que vem! O episódio 11 abre caminho pro season finale colocando todos os relacionamentos à prova. O novo casamento de Roger Sterling foi testado pelo reaparecimento de uma paixão antiga. Mas ele resistiu, porque “desta vez é diferente”. Joan reapareceu, discutindo com o futuro marido e quebrando um vaso na cabeça dele, que só assim parou de reclamar e tomou uma decisão na vida: se alistou no exército para finalmente se tornar cirurgião. Talvez aí uma premissa pra próxima temporada, ou mesmo pra esse final. Será que veremos Joan viúva? Mas o foco foi mesmo no casal Don e Betty. Depois que ela descobriu o passado e a identidade falsa do marido, e teve coragem de encostá-lo na parede, nós assistimos a um dos melhores diálogos da série. Don recontou seu passado, saiu da armadura de homem perfeito chegando a chorar, para no final reencontrar o perdão e a compreensão da esposa. O episódio termina com a família andando pela vizinhança na noite de Halloween. Um dos vizinhos olha para o casal e pergunta “Who are you supposed to be?”. [compre: MAD MEN em DVD]

The Amazing Race“Do It For the Hood! Do It For the Suburbs! (Dubai)”
Depois de eliminar todas as duplas chatas, a décima quinta temporada de Amazing Race começou a esquentar. O segundo epísódio em Dubai teve provas meio fracas, mas com desfechos tensos e inesperados. No roadblock, um dos participantes de cada dupla tinha que remar até um iate e receber um relógio que indicava a combinação de uma maleta entregue na saída. Foi aí que a dupla from the hood Flight Time & Big Easy se atrapalhou e caiu de terceiro para último lugar. Minhas favoritas, Maria & Tiffany (jogadoras de poker), usaram a calculadora dos irmãos gays Sam & Dan e se deram bem no detour Gold, passando na frente de uma galera. Como última prova deveriam ir até o resort Atlantis e descer por um toboágua da altura de 6 andares que passa por dentro de um tanque com tubarões. A maioria dos times passou sem problemas, mas Mika não conseguiu enfrentar seu medo de altura e deixou seu namorado Canaan na mão. Os basqueteiros Flight Time & Big Easy chegaram a tempo, fizeram mind games com o medo alheio, passaram e se garantiram pra próxima volta. Mika deu meia-volta e a dupla foi eliminada pelo Phill. Triste, mas o Amazing Race é um programa sobre karma e coragem.

E pra quem é fã true, é legal acompanhar a Elimination Station que mostra o que acontece com quem sai da corrida.
[compre: AMAZING RACE em DVD]



This entry was posted in Críticas, Goma-visão, TV and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook