Top 5 Final Girls – mulheres sobreviventes dos filmes de Terror


Nascemos sozinhos e morremos sozinhos. Ou não, se você for uma personagem de um filme de terror. Nele você tem a opção de sobreviver… ainda que igualmente sozinho. E um dos mais marcantes elementos do gênero do horror, é a “final girl“. Basicamente, a sobrevivente que consegue escapar das garras afiadas da criatura perseguidora, para dar o ar de sua graça em seqüências intermináveis. Notas: a lista foi feita em progressão cronológica, não em progressão de importância; obviamente, contém spoilers.

5) Lila Crane (Psicose) – Lila (Vera Miles), a irmã de Marion Crane (Janet Leigh) surpreendendo a todos nesse que é um dos mais marcantes filmes de Alfred Hitchcock. Ainda que o público esperasse o protagonismo de Janet Leigh, sua personagem foi surpreendida no chuveiro pelo psicopata original, Normam Bates, que anulou suas possibilidades de sobrevivência, abrindo caminho para que sua irmã viesse atrás de respostas para seu desaparecimento. Enfrentando Bates cara a cara, Lila quase não conseguiu sobreviver, mas por manter as características da “final girl”, foi salva no último instante, assumindo nos anos 60 o posto de sobrevivente da década.

4) Laurie Strode (Halloween) – No final dos anos 70, Laurie Strode (Jamie Lee Curtis) assumiu o posto de “Rainha do Grito” ao sobreviver aos viscerais ataques que seu irmão psicótico, Michael Myers. Depois de 15 anos trancado num manicômio, Michael consegue fugir e parte ao encalço de sua irmã caçula, eliminando todos aqueles que se encontrarem no seu caminho. Entretanto, a sobrevivência de Laurie nos filmes originais ainda carregava o conservadorismo da dependência masculina, já que fica nas mãos do Dr. Loomis salvá-la da faca afiada de Myers. “Erro” corrigido em H20, filme dos anos 90, em que Laurie Strode retorna adulta, tomando a salvação em suas próprias mãos ao desafiar a polícia, roubar o corpo de Myers e decepar sua cabeça.

3) Ellen Ripley (Alien) – Pode até dizer: “mas ALIEN é dos anos 70”. No entanto, Ellen Ripley fez sua maior fama na seqüência, em 1986, quando foi indicado para 7 Oscars, incluindo o de melhor atriz para Sigourney Weaver. Ripley foi a primeira “final girl” a sobreviver por si mesma em seus encontros letais com a criatura intitulada somente de ALIEN. Um ícone de feminilidade, Ripley é a responsável por dizimar um planeta inteiro de máquinas biológicas assassinas, liderando exércitos e assumindo seu lugar no mais alto posto de heroínas do terror/ficção científica. A cara das “final girls” dos anos 80 infelizmente encontrou seu fim em ALIEN 3, ainda assim, por suas próprias mãos. Obviamente, os anos 90 a trouxeram de volta numa versão clonada em ALIEN: A RESURREIÇÃO, tornando-a a maior de todas as sobreviventes, a única a retornar da morte certa.

2) Sidney Prescott (Pânico) – Com o retorno do slasher nos roteiros de Kevin Williamson, Sidney Prescott (Neve Campbell) reassumiu o gênero das “Rainhas do Grito” ao sobreviver a diversos psicopatas em seu encalço, num total de 3 seqüências. Sim, ela não era a única a sobreviver aos ataques do ghostface killer, mas com certeza era a representante máxima da nova geração de “final girls” já que graças a sua presença um gênero inteiro foi revisitado e reposicionado no panteão do cinema pipoca internacional. Mantendo o ar virginal, mas com agressividade ímpar, Sidney impôs novas regras ao gênero cheio de clichês, assumindo a face de sobrevivente dos anos 90.

1) Alice (Resident Evil) – Alguns discordarão, mas o título de “final girl” dos anos 2000 atualmente está nas mãos de Alice (Milla Jovovich), a heroína dos inclassificáveis filmes baseados no game RESIDENT EVIL. Tudo bem, não é exatamente um filme de terror, não é exatamente ficção cientifica e mal se qualifica como um bom filme de zumbi, mas é (em essência) a marca do cinema pipoca atual: grandes produções, cheias de efeitos especiais, com uma protagonista capaz de sobreviver a 1001 apocalipses zumbis. Não apenas sobreviver, como ganhar força de seqüência para seqüência. Suas habilidades marciais crescem e assumem o status de super-poderes no último filme. Alice sobrevive a zumbis e a monstros corporativos, lutando para se tornar a grande “final girl” da década.

Menções honrosas: Sally Hardesty (O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA) e Nancy Thompsom (A HORA DO PESADELO) e outras tantas. No primeiro EXTERMINADOR DO FUTURO, Sarah Connor pode ser considerada também uma grande “final girl”. Nos outros filmes, John Connor cumpre bem esse papel…

post originalmente publicado no Topismos.



This entry was posted in Cinema, Listas, Musa and tagged , , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook