Seria o spot de SOCIAL NETWORK a orkutização de David Fincher?


O primeiro trailer de SOCIAL NETWORK com cenas do filme [o 1º teaser só tinha áudio] é quase um videoclipe, uma singela e sinistra glamurização da vida vazia na tela de computador pra qual olhamos o dia inteiro, e das ações que fazemos dentro do Facebook – e seu criador Mark Zuckerberg ao final como o vilão sem emoções que sabe tudo sobre nossas vidas, enquanto a sua está uma bagunça [nada que os bilhões dele não resolvam].

The Social Network Movie Trailer from toby dodd on Vimeo.

O trailer saiu tão artístico e até… metido [reforçado pela versão de CREEP do Radiohead nas vozes do Coral Scala] que não escapou de uma zoada no Alt Report.

Aí vem o spot de TV do filme, usando praticamente as mesmas cenas mas com edição e música diferentes. E parece um filme bem diferente, uma comédia da TV aberta em fotografia marrom-conceito, facilitado pro grande público entender, mastigado pra massa engolir:

E o que vai ser o filme de David Fincher? Talvez seja ambas as coisas. Comecei a ler o livro em que o filme se baseia e até agora a impressão é essa: de que estamos diante da história de um bando de manés que não pegavam ninguém e queriam ser aceitos nas repúblicas dos lesks pra ficarem ricos como eles. Mas que no fim acabaram inventando um novo jeito de a sociedade se relacionar no ambiente online – e offline também, por extensão.

Mas e Tom Anderson – criador do Myspace – o que será dele, coitado?

THE SOCIAL NETWORK estréia nos EUA dia 3 de outubro; ainda sem data para o lançamento no Brasil.



This entry was posted in Cinema, internet, lol, Trailers and tagged , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook