Rupert Wyatt no páreo para se tornar o diretor de “Planeta dos Macacos”


Kathryn Bigelow, Robert Rodriguez, Tomas Alfredson, The Hughes Brothers, Pierre Morel e James McTeigue. O que esses nomes notórios [ou nem tanto] tem em comum? Todos se envolveram e passaram pra frente a chance dar vida ao prequel de “Planeta dos Macacos”. O corajoso Rupert Wyatt, responsável pelo pequeno sucesso “The Escapist”, parece ser o escolhido para assumir a missão.

Com um script que rodou nas mãos de Dennis Illiadis ["A Ultima Casa"] e Scott Stewart ["Legion"], a história que contará as origens do mundo dominado por macacos falantes ainda permanece inacabada. Se for efetivamente escolhido para o trabalho, Wyatt ficará também responsável por finalizar o roteiro de uma das mais intricadas sagas de ficção científica do cinema.

Servindo de veículo para que o diretor britânico tome Hollywood de assalto, o futuro “Planeta dos Macacos” provavelmente se baseará na idéia que Tim Burton explorou – mal – em seu remake de 2001: como o macaco César aprendeu a falar e a dominar os humanos ao seu redor.

Puxando a orelha da FOX – para não perder o hábito – digo que um prequel do “Planeta” é por si só um conceito absurdo já que os 5 filmes da saga original se aglomeram numa história cíclica e paradoxal que não apresenta qualquer linearidade. Se existe algo que a FOX poderia fazer com a trama que já deu o que tinha que dar nos anos 70, seria recontar a interessantíssima versão d’”A Conquista do Planeta dos Macacos”. O quarto e penúltimo filme da série relevou como César, o filho dos macacos do futuro Cornelius e Zira, aprendeu a organizar seus irmãos para libertá-los violentamente da escravidão humana:

Agora pensa nisso com efeitos contemporâneos e uma direção firme hein? Se bem realizado, “A Conquista” despertaria real interesse tanto das novas platéias quanto de todos os saudosos pela macacada falante, como eu. Uma pena que Roddy McDowall, falecido em 1998, já não possa ser convidado para honrar um de seus mais intensos papéis.



This entry was posted in Cinema and tagged , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook