George Schall é o artista do mês – dos últimos dois meses – na Goma


Conheci o sonhador George Schall através de Felipe Cunha quando comecei a editar a INKSHOT. Ambos trabalharam duro na composição gráfica do álbum, que sai em 2011 nos EUA, e George desenhou a História em Quadrinhos de nosso colaborador Denis Pacheco. É um colorista com olho incrível pra luz – fez a cor da minha proposta REI MACACO – e virou mesmo um amigo, que é a parte mais legal de todas pra mim. O jovem George tem uma sensibilidade própria e um grande potencial também pra escrever suas HQs, e gosta de usar elementos oníricos em suas artes – como pode ser visto neste fundo da Goma que ficou praticamente dois meses no ar – e… falando em sonhos eu sonho com o dia em que lerei toda a sua HQ solo WISHES.

O Sr. Schall [que não tem parentesco com o Eduardo Schaal, bom lembrar] acaba de voltar da NY Comicon, onde foi mostrar aos felizardos editores americanos seu talento promissor; e onde acreditamos que ele vá colher ótimos frutos, senão este ano mas com certeza muito em breve. A seguir uma rápida entrevistinha com o rapaz, aos moldes do que é feito no IM//UR [sorry, Rapha, copiei o modelo mesmo]:

Hector Lima: Quando você começou a desenhar e quando achou \ decidiu que ia fazer isso profissionalmente?

George Schall: Eu comecei a desenhar, digo, estudar artes mesmo, com 14 anos, quando entrei na Fábrica de Quadrinhos. profissionalmente, acho que meus primeiros freelas surgiram por volta de 2003/2004, eu tinha 17 anos. Depois de completar a faculdade de design gráfico e trabalhar uns anos na área, eu me irritei com o mercado brasileiro e resolvi trabalhar como ilustrador e quadrinista, que me dá um pouco mais de prazer, e que geralmente me permite tomar certas liberdades criativas nos meu trabalhos.

HL: Quais as suas maiores influências?

GS: Tem várias. eu diria que o Paul Pope, o Chris Bachallo, Becky Cloonan, Hayao Myiazaki, Alphonse Maria Mucha e toda a galere do Impressionismo.

HL: Quais suas hqs favoritas de todos os tempos e quais legais você leu ultimamente?

GS: Eu gosto de coisas bem diferentes, mas favoritas mesmo, acho que tem algumas: a série DEMO, do Brian Wood (e tudo que ele escreve, basicamente) é uma delas. Gosto muito da BLANKETS do Craig Thompson, do BATMAN: ANO UM e do ASILO ARKHAM, WATCHMEN, uma minissérie chamada THE WITCHING HOUR da Vertigo, e por fim, do DEATH: THE HIGH COST OF LIVING do Neil Gaiman.

Ultimamente eu me diverti à beça com a BANDO DE DOIS do Danilo Beyruth, também li a HEAVY LIQUID do Paul Pope (fodástica), e a temporada DALLAS do UMBRELLA ACADEMY, que eu amei. Acabei de ler SCOTT PILGRIM, que é a coisa mais divertida que eu li em muitos anos. E eu tou relendo AKIRA, porque eu ganhei o 1 daquela reedição linda, e pretendo comprar os outros.

HL: O que você menos gosta e mais gosta quando lê uma HQ?

GS: Eu gosto de histórias que queiram me prender, que tenham carisma, não curto autores que tacam uma história na sua cara e não fazem nada pra que aquela história te atraia de alguma forma, ou pra que você queira continuar lendo. Se a história não faz força alguma pra ser interessante, eu não tenho dó, eu paro de ler. eu não fazia isso, mas hoje em dia tem tanta produção, tanto de quadrinhos, como cinema e videogame, que se eu for tentar ler, assstir e jogar tudo, eu tou ferrado. resumindo, não gosto de escritores arrogantes, gosto de histórias feitas para serem lidas.

HL: E quando faz hq, o que menos gosta e o que dá mais prazer?

GS: Odeio meus primeiros desenhos do dia. são sempre horríveis. E se eu não faço os rabicos de aquecimento pra desperdiçar a inhaca, acabo destruindo trabalhos e tendo que começar tudo de novo… Eu gosto de desenhar qualquer coisa que tenha movimento, é sempre divertido e mais solto. Acho que o que eu gosto mesmo é de poder soltar a mão.

HL: Com quem gostaria de colaborar em uma hq?

GS: Desenharia fácil uma HQ do Brian Wood. sem pensar duas vezes. acho que do Neil Gaiman também. e eu queria ver como ficaria a minha arte colorida pelo Dave Stewart, já que eu tento fazer uma linha meio parecida com a dele em alguns trabalhos.

Visite o o blog George Schall, seu perfil no Deviantart e no twitter.



This entry was posted in Admin, Artes, HQ-Comics and tagged , , . Bookmark the permalink.



Goma de Mascar no Facebook